terça-feira, 24 de abril de 2018

"Assado de Domingo" - Lombo de Porco com Molho de Mostarda


Abril está a mais de meio e a primavera nem se dá conta que já chegou. Fazendo jus ao ditado "Abril, águas mil", este foi mais um fim-de-semana cinzento, chuvoso a pedir comida conforto.
Mais uma desculpa para acender o forno, mais uma desculpa para que o domingo seja dia de assado. Enquanto escrevia mais um artigo para o blogue, a casa ficava inundada de uma aroma delicioso a carne assada e, para variar do tradicional, saiu desta vez um lombo de porco assado com molho de mostarda. A carne ficou suculenta e a mistura da mostarda com a paprica deu-lhe um sabor único, saboroso, sendo esta uma receita ideal para um "assado de domingo"!


Ingredientes:
1,200 kg de lombo de porco
4 dentes de alho
300 ml de vinho branco
50 ml de azeite
60g de mostarda 
1 folha de louro
1 c. sobremesa de paprica
sal e pimenta q.b.
1 ramo de alecrim

Preparação:
1. Arranje o lombo e coloque-o num recipiente largo.
2. Descasque os dentes de alho e pique-os finamente. Tempere o lombo com os dentes de alho, o vinho branco, a paprica, a mostarda, a folha de louro, um ramo de alecrim, sal e pimenta.
(eu faço tipo uma pasta com os dentes de alho, o sal, a paprica e a mostarda, esfregando bem esta pasta na carne, massajando até ficar bem impregnada. Por fim, verto o vinho branco, junto a folha de louro e o ramo de alecrim). Deixar marinar cerca de 20 minutos.
3.Após o tempo indicado, coloque a carne num tabuleiro, regue-a com o azeite e com a marinada e leve ao forno, pré-aquecido a 170ºC, durante cerca de 2h30m. Findo esse tempo se ao picar a carne ainda verter líquido deixar assar mais 30 minutos. Este tempo depende muito do forno, o meu é antigo e sem ventilação, logo esta receita para ficar no ponto, demorou 3h. Parece muito, mas o resultado final compensa
Verifique se o lombo está bem assado, retire-o do forno, fatie-o e sirva a gosto.
Gosto de servir com batata assada no forno (assam ao mesmo tempo que o lombo).


Bom Apetite!

Fonte: Adaptada da Revista TeleCulinária, Edição nº 31 "Carnes à Portuguesa", Revista 

domingo, 22 de abril de 2018

"Sem Peso na Consciência" - Panquecas de Aveia e Linhaça com Pepitas de Chocolate Negro


Para mim todas as refeições são sagradas, mas o pequeno-almoço é essencial. Nunca saio de casa sem o tomar, hábito desde criança incutido pela minha mãe que sempre me soube educar no caminho de uma alimentação e vida saudável, que tanto prezo e que contribuem muito para o meu bem-estar e,  claro está para a minha felicidade, sendo um dos meus lemas de vida "Be healthy, to be happy"!
Infelizmente, durante a semana o tempo está todo contado e nem penso muito no que vou tomar pela manhã. Está programado para ser rápido, mas sem nunca deixar de ser saudável. A fruta, uma torrada de pão escuro de sementes e uma chávena de café com leite, ou papas de aveia com fruta e iogurte. Logo quando chega o fim-de-semana, vingo-me com um pequeno-almoço mais variado, sendo este preparado e tomado com mais tempo e a rigor. 
E, assim chegou o dia de mais uma experiência de panquecas saudáveis e muito saborosas, com base na receita que costumo fazer http://obagoderoma.blogspot.pt/2015/11/panquecas-de-aveia.html. Apenas acrescentei farinha de linhaça dourada e umas pepitas de chocolate, que fazem logo a diferença no sabor, e na apresentação.
Com estas panquecas deliciosas comecei mais uma semana, que será mais curta, com direito a um feriado a meio, que saberá muito bem para repor as energias até chegarem as férias. Pois, este mês tem sido muito forte em emoções...
Fica a minha sugestão desejando uma excelente semana!




Ingredientes:
( 1 pessoa - rende 4 panquecas pequenas)
100g de flocos de aveia
100 ml de leite sem lactose ou bebida vegetal a gosto
3 c. sopa de farinha de linhaça
1 ovo
uma pitada de sal
pepitas de chocolate negro

Preparação:
No copo da varinha mágica ou no liquidificador, deitar os flocos de aveia, a farinha de linhaça, o ovo e o leite.
Com a varinha mágica triturar até obter uma massa.
Levar ao lume uma frigideira anti-aderente untada com azeite ou óleo de coco ( usei desta vez o óleo de coco e gostei muito)
Deitar a massa com uma colher, fazer pequenos montinhos (tipo disco do tamanho da palma da mão), e deitar as pepitas de chocolate.
Voltar quando estiverem descoladas do fundo. Deixar uns minutos e retirar.
Servir a gosto ( Eu gosto muito de as comer com fruta, iogurte grego e com geleia de agave).




Bom Apetite!

sábado, 31 de março de 2018

Feliz Páscoa e uns Palmiers de Amêndoa (sem açúcar)


Os dias de festa são mesmo para ser festa e há que os aproveitar, pois há dias e dias e, estes são sem sombra de dúvida propícios aos excessos. O meu lema é de uma vida cuidada e saudável, mas quando há festas há que as desfrutar, pois a Páscoa e o Natal são só uma vez no ano e como tal, não devemos negar-nos a tão boas iguarias que fazem parte destas épocas festivas. Quem é capaz de dizer que não? Eu, por mim falo, não resisto.
E, a pensar em todos os gostos e restrições aproveitei para celebrar a Páscoa com estes Palmiers de Amêndoa, sem açúcar, adoçados com xarope de agave, desejando todos os que por aqui passarem uma Feliz e Doce Páscoa!





Ingredientes: 
1 Embalagem de massa folhada retangular
5 c. sopa de xarope de agave
1/2 cháv. de amêndoa ralada
1 c. chá de canela em pó

Preparação:
  1. Pré-aqueça o forno a 190ºC
  2. Estenda a massa folhada sobre o papel vegetal em que veio enrolada. Estique um pouco com o rolo para que fique mais fina ( sem romper)
  3. Misture a amêndoa ralada com a canela em pó.
  4. Com um pincel, espalhe 4 colheres de sopa de agave e polvilhe toda a superfície da massa com a mistura da amêndoa e da canela.
  5. Enrole uma das extremidades até ao meio da massa; faça o mesmo na outra ponta, até ambos os lados se unirem ao meio, formando um rolo.
  6. Vire o rolo ao contrário e com uma faca afiada corte fatias finas, com 1 cm de espessura.
  7. Disponha as fatias num tabuleiro forrado com papel vegetal e achate-as ligeiramente com a palma da mão. Pincele cada fatia com o restante agave
  8. Leve ao forno, durante 10 a 15 minutos ou até os palmiers dourarem.  Deixar arrefecer em cima de uma grelha.




Fonte: " Cozinha Vegetariana para quem quer poupar", de Gabriela Oliveira, Arte Plural Edições

quinta-feira, 22 de março de 2018

Bolo de Chocolate e Côco - Modo Bimby


Desde que tenho Bimby que adapto todas as receitas tradicionais, esta não foi exceção. 
E, como o prometido é devido, fica a minha receita "modo Bimby", da receita da TeleCulinária conforme publiquei há uns dias, aqui no blogue.
Não sei dizer qual ficou melhor, ficaram ambos deliciosos, fofinhos como poderão ver a na foto, mas sem dúvida que se me perguntarem se prefiro bater de modo tradicional ou se prefiro a Bimby, a Bimby é escolha imediata. Confesso que esta nunca me deixou mal, até o dia que tenha uma KitchenAid e aí talvez mude de opinião. 
O fim-de-semana está aí à porta e quem sabe se esta não é  uma boa sugestão, com Bimby ou não.


Ingredientes:
250g de farinha
180g de açúcar (usei amarelo)
150g de manteiga
40g de chocolate em pó (usei cacau em pó)
40g de côco ralado
6 ovos
1 c. (sobremesa) de fermento em pó
Raspa de limão q.b. (usei 1 limão pequeno)
Manteiga para untar
Farinha para polvilhar

Preparação Modo Bimby
1. Aqueça o forno a 180 graus.
2. Unte uma forma de buraco com manteiga e polvilhe-a com farinha.
3. No copo da Bimby, pulverizar a casca do limão 10 Seg/Vel.10. De seguida juntar o açúcar e pulverizar mais 10 Seg/ Vel 5-7-9 (faço gradualmente de 30 em 30 seg).
4. Colocar a borboleta e deitar os ovos, bater 6 Min/ Vel.4.
5. Findo o tempo, retirar a borboleta juntar a manteiga à temperatura ambiente, e bater mais 10 Seg/Vel.4. 
6. Adicionar a farinha e envolver 7 Seg/ Vel.4.
7. Retirar metade da massa para uma tigela e adicionar a uma das metades o côco ralado, e à que ficou no copo o cacau.
8. Envolver 4 Seg/Vel.4, o cacau na massa.
9. Com a espátula envolver o côco na restante massa.
10. Deitar "colheradas" de massa com côco, alternadas com a massa com chocolate, e com um garfo fazer círculos de forma a que massa fique tipo mármore.
11. Levar ao corno, cerca de 35 minutos.
Verifique a cozedura, retire e sirva decorado a gosto.


Bom Apetite!

domingo, 18 de março de 2018

Quiche de Alho Francês com Delícias do Mar e Camarão


As quiches são sempre um óptimo recurso para refeições rápidas, facilmente transportáveis e, de preferência para dar uso a uma mão cheia de ingredientes que pedem para ser consumidos, como o resto de umas embalagens de delícias do mar e miolo de camarão, que moravam na gaveta do meu congelador e, que casaram na perfeição com o alho francês, fresquíssimo comprado no mercado. 
São receitas rápidas, que funcionam sempre bem e, podem ser saudáveis, ao contrário do que parece, pois basta fazer a massa com farinha  integral e substituir as natas por iogurte, ou creme de soja.
No meu caso, a massa é de compra (para ser mais rápido), mas o iogurte, de preferência grego magro, já é um ingrediente obrigatório nas minhas quiches.
Muitas vezes quando ouvimos a palavra quiche, nem ligamos, pois as quiches levam natas, o que as torna um alimento a evitar pelo alto valor calórico, ou porque simplesmente faz mal ao colesterol. 
Há muitos anos que as faço com iogurtes e confesso que já estranho quando como alguma quiche feita com natas, sinto que fica bem mais "pesada". No entanto, para quem não gosta de iogurte nas quiches (eu substituo sempre as natas pelo iogurte grego magro), pode optar sempre pelas natas magras ou por creme de soja.
Hoje fica o desafio para quem nunca experimentou substituir as natas pelo iogurte. Esta é apenas mais uma sugestão, de entre várias que aqui tenho partilhado, para arriscar.
Experimentem e partilhem os resultados comigo, aqui nos comentário, fico à espera ;)




Ingredientes:
1 base de massa quebrada ( à venda fresca, em qualquer supermercado)
3 alhos franceses
200g de delícias do mar
200g de miolo de camarão
4 ovos
200 g de iogurte grego magro
2 c. sopa de azeite
sal, noz-moscada e pimenta (uso as 5 bagas da Margão)
queijo ralado (usei o que está à venda para gratinar)

Alguns ingredientes

Na wok, estufar o alho francês com azeite

Deitar o preparado de alho francês, delícias e camarão na tarteira forrada

Verter a mistura de ovo e iogurte sobre o preparado e terminar com uma boa dose de queijo ralado
Preparação:
1. Pré-aquecer o forno a 200ºC
2. Numa tarteira colocar a massa, com papel vegetal e picar o funfo.
3. Entretanto, na wok deitar o alho francês, a parte branca, cortado em rodelas finas e deixar saltear.
Quando estiver meio estufado, juntar o miolo de camarão e as delícias do mar cortadas às rodelas. Envolver, deixar saltear um minuto e reservar. Aqui é mesmo só deixar que o alho francês se envolva bem com os restantes ingredientes.
4. Numa taça à parte, bater os ovos com o iogurte grego, temperar de sal, pimenta e noz-moscada ralada.
5. Deitar o recheio na forma, cobrir com os ovos batidos com o iogurte. Dispor o queijo ralado por cima e levar ao forno até estar douradinha mais ou menos 35 minutos. (o tempo que menciono é o que o meu forno leva, pois sei que me fornos com ventilação demora muito menos).



Bom Apetite!

sábado, 10 de março de 2018

"Sem Peso na Consciência" - Nuggets de Frango Sem Glúten



A alimentação cuidada é uma das minhas preocupações, sendo esse tema uma das minhas leituras preferidas além da culinária e, quando ambas se juntam é uma festa. Ultimamente, tenho lido muito sobre os malefícios do glúten, bem como as mais-valias de uma redução do mesmo na nossa alimentação diária. Aliás, tenho colocado em prática algumas dicas para o evitar e noto algumas diferenças, além de que se bem não fizer, mal também não faz, fazendo sempre jus ao meu lema: "Be healthy, to be happy"
Este tema é muito interessante e poderá ser abordado em publicações futuras, mas hoje a intenção é partilhar algo que, passou a fazer parte da ementa cá de casa: nuggets de frango sem glúten.
Cá em casa adoramos panados, mas não fazia para evitar os fritos. Experimentei no forno e, o resultado não foi muito do meu agrado, até que um dia testei panar com sêmola de milho e não poderia ter feito melhor escolha. Ficaram mais secos, sem se desmancharem e ainda para mais é uma opção sem glúten, que faz bem  melhor do que o tradicional pão ralado.
Desde então tenho sempre um saco de panadinhos de frango, sem glúten, no congelador. Versáteis para aqueles dias que o jantar/almoço têm que estar na mesa em meia hora, ou para levar na marmita para o almoço fora de casa. 
São tão bons que merecem o trabalho que dão e, por isso eu tiro um dia do meu fim-de-semana para os preparar.  Perco tempo ao sábado, mas durante a semana a minha vida fica mais simplificada sem perder  tempo e qualidade naquilo que como.
Com organização, é uma operação rápida e, para quem tem crianças, é uma tarefa em que estas se podem envolver e ajudar a preparar algo que gostam, despertando ao mesmo tempo para as opções saudáveis à disposição.
Vamos então preparar os nuggets sem glúten para abastecer o congelador?

Ingredientes:
(Uso 1 chávena = 250 ml)

4 peitos de frango
2 dente de alho
2 ovos
1 cháv. de farinha de milho
1 1/2 cháv. sêmola de milho
sal, pimenta
sumo de limão
1 c.chá de alho em pó
1 c.chá de paprika

Preparação:
1. Cortar os peitos de frango em pequenos bifinhos, ou tiras, ou pedaços. (Eu vou cortando em pequenos bifinhos, ou tiras, de forma a formar pequenos nuggets). Temperar de sal, pimenta, alho picado ou rodelas finas,  e regar com o sumo de limão. Mexer e deixar repousar uns minutos, enquanto prepara a zona de trabalho.


2. Preparar a zona de trabalho: Na bancada, ou na mesa, colocar um prato com os ovos batidos (junto sempre um pouco de água e mexo bem), um prato com a farinha de milho, um prato com a sêmola de milho (temperada com alho em pó e paprika), um tabuleiro forrado com papel vegetal onde irão ser colocados os nuggets de frango para irem ao congelador.


3. Montar:
Passar bifinho de frango, um a um, primeiro pela farinha de milho, se seguida pelo ovo batido e finalmente pela sêmola de milho. Proceder de igual modo, sucessivamente até terminar o frango.


4. Levar no tabuleiro, com o papel vegetar ao congelador. Quando congelados, retirar do tabuleiro e guardar em recipientes adequados à congelação. Ou caixas, ou os práticos sacos com zip (eu gosto muito destes sacos, pois podemos abrir, retirar a quantidade que queremos e voltar a fechar, tendo o cuidado de retirar o ar, voltando a guardar.



5. Na hora de os confeccionar, levo num tabuleiro forrado com papel vegetal, ao forno, pré-aquecido a 240º C (o meu forno é a gás e sem ventilação), cerca de 30 minutos, pulverizados com azeite ( adoro o azeite em spray para este fim), tendo o cuidado de os voltar a meio da cozedura, para que fiquem crocantes, dos dois lados. Se optar por fritar, deixo aquecer bem o óleo, e levo a fritar congelados, até ficarem douradinhos.


Bom Apetite!

domingo, 4 de março de 2018

"In TeleCulinária" - Bolo Caseiro de Chocolate e Côco


Num ápice estamos a entrar no terceiro mês do ano. Nem acredito que dois meses já lá vão. 
Março chegou!
Chegou de mansinho trazendo consigo o inverno que tardava em vir. A paleta de tons cinza, pinta o dia que se completa com a chuva intensa tocada a vento. São dias tristes, mas eu gosto,  e para mim são perfeitos para fazer algo que me dá prazer quando estou em casa: ler.
Este fim-de-semana aproveitei para andar de volta das minhas "TeleCulinárias" mais antigas a folhear e marcar receitas que quero experimentar, a tirar ideias e,  foi assim que encontrei este bolo que me fez logo ir para a cozinha.
A receita ideal para escoar dois ingredientes que precisava gastar e, nem hesitei em replicar a receita, tal qual era apresentada. Saiu assim um bolinho, que será para repetir, pois foi aprovado pelo "provador oficial" da casa, sendo que a próxima experiência será adaptá-lo à Bimby.


Lá fora o dia chora, cinzento e triste, mas em minha casa, tristeza não entra pois a minha alma sorri de alegria com um bolinho caseiro, acabado de fazer para o lanche! O domingo está no fim e, nada como parar e pensar na semana que começa, com uma bela chávena de chá quentinha e uma fatia deste bolo marmoreado de chocolate e côco. 
Que esta seja uma boa semana!



Ingredientes:
250g de farinha
180g de açúcar (usei amarelo)
150g de manteiga
40g de chocolate em pó (usei cacau em pó)
40g de côco ralado
6 ovos
1 c. (sobremesa) de fermento em pó
Raspa de limão q.b. (usei 1 limão pequeno)
Manteiga para untar
Farinha para polvilhar

Preparação:
Aqueça o forno a 180 graus.
Unte uma forma de buraco com manteiga e polvilhe-a com farinha.
Coloque numa tigela a manteiga, o açúcar e a raspa de limão e bata muito bem até obter um creme fofo.
Junte os ovos, um a um, batendo sempre. Adicione a farinha e o fermento e bata novamente bem
Divida a massa em duas partes iguais, numa delas junte o côco ralado e na outra, o chocolate em pó e bata bem cada metade.
Junte as duas camadas na forma e leve ao forno cerca de 35 minutos.
Verifique a cozedura, retire e sirva decorado a gosto.



Bom Apetite!

Fonte: Revista TeleCulinária nº 1867, de 19/01/2015, pág.23


quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

"Sem Peso na Consciência" - Overnight Oats de mirtilos e granola matcha


Saudável, delicioso e sem dúvida o ideal para começar o dia cheio de energia. Overnight oats ou aveia de véspera, ou adormecida. 
Os overnight oats  são excelentes para quem quer perder pouco tempo durante a semana, a preparar o pequeno-almoço; pois preparam-se de véspera, ou para levar na lancheira, porque são 100% transportáveis.
Amigos da saúde e de quem se preocupa com "o comer bem", estes potinhos são, sem dúvida, bem especiais para mim. E, com eles não há desculpa alguma para sair de casa sem o pequeno-almoço tomado, em casa ou no local de trabalho, sem recorrer ao habitual que se encontra em cada café ou pastelaria. 
Sou mesmo fã destes potinhos mágicos, de aveia, iogurte natural e chia; os quais se transformam numa papa deliciosa pela manhã, quando juntamos fruta, sementes variadas, frutos secos, mel, canela ou o que mais gostarmos. Quer na merenda da manhã ou da tarde, não os dispenso, variando as combinações de fruta, conforme o que tenho em casa. Tenho as minhas combinações preferidas, sendo elas a de maçã cozida ou assada, canela e nozes, ou frutos vermelhos e amêndoas torradas, mas há dias que me apetece variar, como hoje, que arrisquei misturar mirtilos com granola matcha.
Ficaram deliciosamente saudáveis!

Ingredientes:
2 c. de sopa de aveia
2 c.sopa de leite
4 c. sopa de iogurte grego magro
2 c.chá de sementes de chia
1 c.sopa de mirtilos
1 c.sopa de granola matcha biológica

1. Num frasco de vidro com tampa ( eu uso os potinhos da iogurteira), deitar no fundo a aveia e o leite. Tapar e deixar repousar meia hora.
2. Montar o potinho formando camadas:
Deitar por cima da aveia e do leite, os mirtilos, 2 c.sopa de iogurte, as sementes de chia, 2 c.sopa de iogurte e por fim a granola. Tapar e reservar no frio até à hora de consumir.




Bom Apetite!

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

" Dicas & Sugestões" - Congelar Nozes


Uma boa dica para conservar as nozes sem ganharem ranço, é congelá-las. Assim,  temos sempre nozes saborosas e frescas prontas a usar. 


Basta descascá-las e congelá-las de imediato, num recipiente apropriado ou saco de congelação, de forma a não perderem a sua frescura.


A Tupperware tem caixas específicas para congelação. Uso e sou fã há mais de 20 anos.

Podem questionar o resultado final, mas garanto que é surpreendente. Após estarem congeladas ficam rijas, mas sem se colarem o que facilita dosear a quantidade a consumir no momento escolhido. Aí,basta retirar as nozes e deixá-las descongelar uns minutos à temperatura ambinetea, depois usá-las a gosto, pois ficam como se tivessem sido acabadas de sair da casca. Quando as uso em bolos, deito-as ainda congeladas na massa e levo se seguida ao forno.

Desde que descobri esta dica, tenho sempre uma caixa com nozes congelada, pois gosto muito de as consumir em saladas, bolos, e ao pequeno-almoço com as panquecas ou o iogurte. Alguém já experimentou?


terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Bolo de Maçã e Laranja


Nunca gostei do Carnaval. Não gosto de máscaras, nem disfarces.
Não gosto de multidões, nem confusão, mas gosto da alegria que emana desta festa.
Gosto da música, da alegria e da explosão de cor. 
O que gosto mesmo é que seja feriado, dia em  posso desfrutar do que mais gosto de fazer, ler, passear ou estar na minha cozinha onde a música, alegria e cor despertam todos os sentidos. 

Abro a janela e está frio. O sol que inunda a minha cozinha, traz a alegria de mais um dia de sonhos por cumprir, de agradecer o que se tem, de viver, cada momento. E, nada melhor do que um bolo para celebrar e partilhar com quem se gosta. 

Hoje, resolvi partilhar um bolo que descobri na revista "Mais by Lidl", de Fevereiro. Experimentei no fim-de-semana passado e gostei tanto que o repito hoje para celebrar o Carnaval. Como é muito bom, deixo a receita para quem quiser experimentar, pois entrou directamente para a minha lista de bolos favoritos.

Em folia, ou não, aproveitem o dia a fazer o que mais gostam. E, quem sabe se não experimentam este bolinho para o lanche, pois o dia pede uma bebida quentinha e algo docinho, mas saudável como este aromático bolo de maçã e laranja.
Quem gosta de bolos simples, vai gostar deste com toda a certeza, pois a combinação da maçã e da laranja e canela é deliciosa. Arrisquem e depois digam se gostaram.

Votos de um bom dia feriado e Bom Carnaval!

As rodelas das maçãs sobrepostas resultam neste aspecto visual

Ingredientes:
3 maçãs golden (usei 4 Royal Gala)
3 ovos
1/2 limão
1 laranja ( raspa e sumo)
3 c. sopa de azeite
120g de açúcar mascavado (usei do amarelo)
250g de farinha
1 c. chá cheia de fermento em pó
1 c. café de canela em pó


Preparação:
No robot de cozinha, triture uma maçã sem casca, o azeite, os ovos e o açúcar, até obter um creme homogéneo.
Coloque-o numa tigela com o sumo e a raspa da laranja, misture e acrescente a farinha com o fermento e a canela em pó.
Bata bem e verta a massa para uma forma  forrada com papel vegetal.
Sobreponha 3 maçãs às rodelas, previamente descascadas , descaroçadas, cortadas e reservadas em sumo de limão.
Leve ao forno previamente aquecido a 180ºC, durante 40 minutos.
Verifique a cozedura com um palito, retire do forno, deixe arrefecer, desenforme e sirva frio decorado a gosto.
Opcional: No final para ficar mais brilhante, derreti uma colher de sopa de doce de alperce, no microondas, cerca de 15 segundos e pincelei o bolo. Fica mais bonito!

Modo Bimby
A minha adaptação à Bimby:

1. Pré-aquecer o forno a 180ºC
2. Forrar a forma (redonda com aro amovível, 24 cm), com papel vegetal. ( eu tiro o aro, coloco uma folha de papel vegetal à medida sobre a base e volto a coloca o aro por cima). Um método muito prático e eficaz.
3. Descascar, descaroçar e cortar em rodelas, 3 maçãs. Regar com o sumo de limão e reservar.
4. No copo da Bimby colocar a casca da laranja e dar uns toques de turbo. Juntar o açúcar e pulverizar cerca de 15 seg/vel.9.
5. De seguida, deitar no copo uma maçã sem casca, o azeite, os ovos e o açúcar, e bater cerca 30seg/ Vel.6 até obter um creme homogéneo.
6. Juntar o sumo de laranja e bater 10 seg/vel.4
7. Por fim, adicionar a farinha, o fermento e a canela. Envolver 7 seg/Vel.4
8. Deitar na forma e levar ao forno cerca de 40 minutos.Verifique a cozedura com um palito, retire do forno, deixe arrefecer, desenforme e sirva frio decorado a gosto.



Bom Apetite!

Fonte: Revista Mais By Lidl, Fevereiro 2018, pág.50
Adaptação Bimby: by Romã