sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

" Dicas & Sugestões" - Congelar Nozes


Uma boa dica para conservar as nozes sem ganharem ranço, é congelá-las. Assim,  temos sempre nozes saborosas e frescas prontas a usar. 


Basta descascá-las e congelá-las de imediato, num recipiente apropriado ou saco de congelação, de forma a não perderem a sua frescura.


A Tupperware tem caixas específicas para congelação. Uso e sou fã há mais de 20 anos.

Podem questionar o resultado final, mas garanto que é surpreendente. Após estarem congeladas ficam rijas, mas sem se colarem o que facilita dosear a quantidade a consumir no momento escolhido. Aí,basta retirar as nozes e deixá-las descongelar uns minutos à temperatura ambinetea, depois usá-las a gosto, pois ficam como se tivessem sido acabadas de sair da casca. Quando as uso em bolos, deito-as ainda congeladas na massa e levo se seguida ao forno.

Desde que descobri esta dica, tenho sempre uma caixa com nozes congelada, pois gosto muito de as consumir em saladas, bolos, e ao pequeno-almoço com as panquecas ou o iogurte. Alguém já experimentou?


terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Bolo de Maçã e Laranja


Nunca gostei do Carnaval. Não gosto de máscaras, nem disfarces.
Não gosto de multidões, nem confusão, mas gosto da alegria que emana desta festa.
Gosto da música, da alegria e da explosão de cor. 
O que gosto mesmo é que seja feriado, dia em  posso desfrutar do que mais gosto de fazer, ler, passear ou estar na minha cozinha onde a música, alegria e cor despertam todos os sentidos. 

Abro a janela e está frio. O sol que inunda a minha cozinha, traz a alegria de mais um dia de sonhos por cumprir, de agradecer o que se tem, de viver, cada momento. E, nada melhor do que um bolo para celebrar e partilhar com quem se gosta. 

Hoje, resolvi partilhar um bolo que descobri na revista "Mais by Lidl", de Fevereiro. Experimentei no fim-de-semana passado e gostei tanto que o repito hoje para celebrar o Carnaval. Como é muito bom, deixo a receita para quem quiser experimentar, pois entrou directamente para a minha lista de bolos favoritos.

Em folia, ou não, aproveitem o dia a fazer o que mais gostam. E, quem sabe se não experimentam este bolinho para o lanche, pois o dia pede uma bebida quentinha e algo docinho, mas saudável como este aromático bolo de maçã e laranja.
Quem gosta de bolos simples, vai gostar deste com toda a certeza, pois a combinação da maçã e da laranja e canela é deliciosa. Arrisquem e depois digam se gostaram.

Votos de um bom dia feriado e Bom Carnaval!

As rodelas das maçãs sobrepostas resultam neste aspecto visual

Ingredientes:
3 maçãs golden (usei 4 Royal Gala)
3 ovos
1/2 limão
1 laranja ( raspa e sumo)
3 c. sopa de azeite
120g de açúcar mascavado (usei do amarelo)
250g de farinha
1 c. chá cheia de fermento em pó
1 c. café de canela em pó


Preparação:
No robot de cozinha, triture uma maçã sem casca, o azeite, os ovos e o açúcar, até obter um creme homogéneo.
Coloque-o numa tigela com o sumo e a raspa da laranja, misture e acrescente a farinha com o fermento e a canela em pó.
Bata bem e verta a massa para uma forma  forrada com papel vegetal.
Sobreponha 3 maçãs às rodelas, previamente descascadas , descaroçadas, cortadas e reservadas em sumo de limão.
Leve ao forno previamente aquecido a 180ºC, durante 40 minutos.
Verifique a cozedura com um palito, retire do forno, deixe arrefecer, desenforme e sirva frio decorado a gosto.
Opcional: No final para ficar mais brilhante, derreti uma colher de sopa de doce de alperce, no microondas, cerca de 15 segundos e pincelei o bolo. Fica mais bonito!

Modo Bimby
A minha adaptação à Bimby:

1. Pré-aquecer o forno a 180ºC
2. Forrar a forma (redonda com aro amovível, 24 cm), com papel vegetal. ( eu tiro o aro, coloco uma folha de papel vegetal à medida sobre a base e volto a coloca o aro por cima). Um método muito prático e eficaz.
3. Descascar, descaroçar e cortar em rodelas, 3 maçãs. Regar com o sumo de limão e reservar.
4. No copo da Bimby colocar a casca da laranja e dar uns toques de turbo. Juntar o açúcar e pulverizar cerca de 15 seg/vel.9.
5. De seguida, deitar no copo uma maçã sem casca, o azeite, os ovos e o açúcar, e bater cerca 30seg/ Vel.6 até obter um creme homogéneo.
6. Juntar o sumo de laranja e bater 10 seg/vel.4
7. Por fim, adicionar a farinha, o fermento e a canela. Envolver 7 seg/Vel.4
8. Deitar na forma e levar ao forno cerca de 40 minutos.Verifique a cozedura com um palito, retire do forno, deixe arrefecer, desenforme e sirva frio decorado a gosto.



Bom Apetite!

Fonte: Revista Mais By Lidl, Fevereiro 2018, pág.50
Adaptação Bimby: by Romã

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

" A Cozinha dos Amigos" - Tarte de Atum com Mistura de Cogumelos e Espinafres


Às vezes a inspiração aparece de repente e, tudo muda. 
Esta tarte surgiu ao ver a página de uma amiga e seguidora deste blogue, a Maria Helena Gomes. Estava eu a fazer as partilhas diárias na página do facebook do Bago de Romã, quando vejo esta tarte de atum com mistura de cogumelos e espinafres, de autoria da Maria Helena.
"Mesmo a calhar"- respondi-lhe eu nos comentários, pois no frigorífico tinha duas mãos cheias de espinafres e meia dúzia de cogumelos, que iriam acabar em algo semelhante.
A vontade foi tanta de a replicar, tal o bom aspecto que tinha que nem hesitei tendo nessa mesma noite ido para a cozinha preparar a tarte, que serviria de almoço no dia seguinte.
Ficou tão boa que merecia partilha aqui no meu cantinho e, claro está, que só podia ser na rubrica "A Cozinha dos Amigos".
Muito obrigada Maria Helena Gomes pela inspiração do dia e que nos inspire muito mais com as suas partilhas.

Ingredientes:
1 placa de massa quebrada de compra
Cebola e alho picados ( usei 2 chalotas e um dente de alho)
Azeite
Cogumelos frescos
2 latas de atum ( uma de atum ao natural e outra de atum com tomate)
Uma mão cheia de espinafres frescos ( usei 2 )

3 ovos
200 ml de natas ligeiras

Sal, pimenta e noz-moscada q.b.
Queijo ralado a gosto
Preparação:

Pré-aquecer o forno a 220º ( se for ventilado, basta a 200º)

Colocar a placa de massa quebrada, com o papel vegetal, numa tarteira e com um garfo picar o fundo, para não empolar quando for a cozer. Deitar o atum esfarelado por cima e Reservar.

Numa Wok deitar um fio de azeite e juntar a cebola e o alho picado deixando refogar.

Juntar os cogumelos laminados e os espinafres. Mexer e temperar de sal e pimenta ( cuidado com o sal por causa do atum que já tem). Deitar esta mistura por cima do atum e com um garfo espalhar por toda a tarte. Colocar queijo ralado por cima.

Numa tigela, bater os ovos e juntar as natas. Bater bem até obter um creme e temperar a gosto ( aqui gosto de temperar com um pouco de noz-moscada ralada na hora e um pouco de 5 Bagas da Margão. Juntar queijo ralado, mexer e verter sobre a mistura de cogumelos, espinafres e atum.

Levar ao forno ao forno a 180º, cerca de 35 minutos, ou até ficar coradinha. ( no meu caso, esteve 35 minutos, a 220º. O meu forno é a gás).

(Excelente para uma refeição ou entrada, quente ou fria. Esta da foto serviu para levar para o almoço no escritório).



Bom Apetite!

Fonte: Receita de Maria Helena Gomes 

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

"A Cozinha dos Amigos" - Bolo Salgado de Bacon, Queijo Feta e Azeitonas


Não há receita da Isabel que eu experimente que não fique bem. Faço, partilho com amigos e é sempre um sucesso, onde quer que vá.
Seguidora do seu blogue " Cinco Quartos de Laranja" desde 2008, só a conheci pessoalmente aquando do lançamento do seu primeiro livro, em Dezembro de 2012. Momento esse, em que  tive o privilégio de a felicitar, por algo que sempre acreditei, que as suas receitas chegariam a livro.
Engraçado que a Isabel foi daquelas pessoas com quem sempre me identifiquei. A empatia nasceu no dia que comecei a seguir o seu cantinho da culinária, quer pelas receitas partilhadas, quer pela forma de escrever que muito transmitia da pessoa que era e que constatei pessoalmente assim que a conheci. Nesse dia, ganhei uma "amiga" que de virtual passou a real, daí que ao fazer o seu Bolo Salgado que faz sempre sucesso onde quer que o leve, não poderia deixar de a homenagear aqui, na minha rubrica "Cozinha dos Amigos", pois para mim a Isabel é uma amiga. 
A receita foi transcrita do livro " O Livro de Petiscos da Isabel", livro que recomendo a todos os que gostam de receitas simples e criativas para saborear com a família e amigos. As fotos, as melhores que se arranjaram do lanche partilhado com amigos, que adoraram e pediram a receita. Nada como experimentar!



Ingredientes:
230g de farinha de trigo
2 c.chá de fermento em pó
3 ovos
100 ml de leite
60 ml de óleo
100g de bacon
100g de queijo feta
50g de azeitonas pretas sem caroço
1 c. chá de ervas finas ( usei Ervas de Provence)
Sal e Pimenta q.b

Preparação:
1. Bater os ovos numa taça. Adicionar o óleo e o leite, mexendo.
2. Adicionar a farinha, o fermento, o sal, a pimenta e as ervas finas secas.Mexer.
3. Juntar as azeitonas, o queijo feita e o bacon cortado em cubos.
4. Colocar a mistura numa forma de bolo  inglês previamente untada com manteiga.
5. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante aproximadamente 40 minutos. Antes de retirar, verificar a cozedura com um palito.


Bom Apetite!




domingo, 28 de janeiro de 2018

"Sem Peso na Consciência" - Panquecas de Muesli Bio de chocolate, Aveia e Linhaça



E, porque é domingo! 
E, porque foi o culminar de uma semana longe de casa, longe do meu conforto, da minha comida, do meu amor, da minha rotina!
E, porque a vida tem que ser vivida, mas sem peso na consciência.
E, porque precisamos de mimos, para enfrentar cada dia, nada como um bem saudável para iniciar mais uma semana, que se espera cheia de trabalho e de novos desafios.
Desta vez, umas panquecas cheias de bons e saudáveis ingredientes, para alimentar o corpo ao mesmo tempo que alegram a alma. 
Uma mistura de muesli de chocolate bio que tinha comprado no LIDL, à qual juntei aveia e linhaça e que resultaram numas panquecas excelentes para comer vagarosamente, numa manhã de domingo, dia de descanso por excelência. Cobertas com uma calda de frutos vermelhos e agave, nozes e iogurte grego. Um prato colorido que me fez sorrir para a vida e para mais uma semana, intensa de trabalho, a derradeira do mês de janeiro. 
O tempo vai passando por nós e, em nós está a missão de o tornar memorável, de o viver intensamente tirando partido do melhor que tem para nos dar. Boa semana! 



Ingredientes:
( cháv= 250ml)
1/2 cháv de flocos finos de aveia
1/4 cháv. muesli
4 c. sopa de farinha de linhaça ( eu trituro as sementes de linhaça na Bimby, 15 seg/vel.10)
1/2 cháv de iogurte natural
1 ovo
1 c.chá de fermento em pó
4 c.sopa de leite ( eu uso sem lactose, mas pode ser qualquer leite vegetal)

Muesli de Chocolate Bio 

Calda:
1 cháv. de frutos vermelhos congelados
nozes q.b.
1 c. sobremesa agave biológico ou mel
Levar os frutos vermelhos congelados ao microondas cerca de 50 seg, 850 watts. Deitar o agave e mexer com um garfo para ir desafazendo os frutos, de forma a formar uma calda. Levar mais 10 seg. ao microondas e verter sobre as panquecas no prato. Cobrir com nozes picadas e servir com uma colherada de iogurte grego batido.

Preparação:
No copo da varinha mágica, deitar os ingredientes secos, o ovo, o leite e o iogurte.
Com a varinha mágica, bater até ficar uma massa homogénea.
Deixar repousar uns 10 minutos.
Levar ao lume numa frigideira anti-aderente e, em lume baixo. Quando quente deitar 2 a 3 colheres de sopa de massa ( Eu uso uma frigideira das pequenas ( que uso para os ovos estrelados) que no máximo faz duas panquecas). Quando começarem  a fazer bolhas ou a descolar da frigideira, voltar. Deixar cozinhar.
Rende cerca de 10 panquecas pequenas (do tamanho da palma da mão)
Servir no prato a gosto ( com mel, fruta, frutos secos, iogurte...)
Nota: Podem-se congelar. Eu costumo guardar as que sobram no congelador e durante a semana, comer ao pequeno-almoço sem ter trabalho de as fazer. Guardo nas caixas da Tupperware, próprias para congelação e na hora é só tirar e aquecê-las na torradeira na temperatura mais baixa até ficarem boas para servir.


Bom Apetite!

sábado, 20 de janeiro de 2018

Bolo de Chocolate Toblerone



"Nada se estraga, tudo se transforma". Esta é uma das frases que uso muito e com razão, pois não gosto de estragar ou desperdiçar nada, mesmo nada.
Há pouco tempo ofereceram-me um chocolate Toblerone gigante, eu até gosto do chocolate, mas era tão grande que pensei numa solução mais agradável de o comer partilhando com amigos tão generosa oferta.
Um lanche de Natal "atrasado" seria o mote para levar a surpresa que eu criei. E, assim, numa manhã fria de Janeiro, fui para a cozinha e em modo "alquimista", fui criando a minha receita.
Reduzi a pó o chocolate, juntei cerca de metade do peso do chocolate em farinha, equilibrei o doce com uma quantidade mínima de açúcar de côco e para dar volume, nada como juntar 5 ovos. Por fim, tinha que ter alguma gordura, ao qual juntei apenas 160g de manteiga sem sal.
Como a Bimby tem sido uma excelente ajudante nas minhas criações, esta foi mais uma. Às vezes, penso que deveria guardar estas ideias só para mim e, sei que ao publicar aqui ficam à mercê de gente com poucos escrúpulos, que se apropria do que outros fazem, tendo eles o proveito ( já aconteceu com a minha receita de queques de Bolo Rei) que depois de eu ter publicado, apareceu num livro editado pela Bimby anos mais tarde.... faz parte! No entanto, continuo a partilhar o que faço, pois faço-o desinteressadamente, de consciência tranquila, entendendo que há pessoas como eu que gostam de aprender e que partilham também os seus conhecimentos.
Seguindo a máxima de que o que é bom, é para divulgar, sendo este bolo delicioso e como cumpro a palavra aos meus seguidores, aqui fica a minha receita! Espero que gostem e partilhem comigo o vosso resultado.

Acabado de sair do forno, a arrefecer antes de desenformar

Ingredientes:
200g de chocolate Toblerone
110g de farinha para bolos
75g de açúcar de coco ( usei porque tinha em casa, mas pode usar açúcar amarelo)
5 ovos
160g manteiga sem sal
2 c.chá (rasas) de fermento para bolos.
1 pitada de sal

Preparação:
1.Pré-aquecer o forno a 170ºC. Forrar com papel vegetal uma forma de aro amovível.
2.Triturar o chocolate Toblerone, de forma a ficar em pó. Dar uns toques de turbo e depois marcar 5 seg/Vel.9. de modo a ficar pó meio granulado.
3.Retirar para uma taça e juntar a farinha e o fermento em pó. Reservar o preparado seco.
4.No copo da Bimby deitar o açúcar, os ovos e a manteiga. Bater 6 min/ 37ºC/Vel.4.
5.Juntar o preparado seco e envovler 7  seg/Vel.4
6.Levar ao forno cerca de 30 a 35 minutos a 170ºC ( o tempo varia de forno para forno, portanto nada como fazer o teste do palito, que é sempre eficaz). No centro espetar o palito, se vier limpo está bom.
Este bolo ficou fofo. Fiz numa forma de aro amovível, com 24 cm de diâmetro.





Bom Apetite!

@Receita criada, escrita e fotografada por @Romã, se gostar e copiar ao menos divulgue a fonte! 
Muito Obrigada :) 

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

"Reciclar é Poupar" - Couscous dos Reis



O que é bom passa depressa. A azáfama de dezembro culminou no dia de Reis, data que encerra a temporada natalícia. Arrumam-se as decorações, os cartões personalizados de Boas Festas ( que guardo religiosamente os poucos que ainda recebo à moda antiga) e limpa-se os últimos cartuchos. No meu caso, não houve grandes sobras, apenas uma mistura de frutos secos feita por mim com amêndoas, arandos e sultanas douradas,que acabaram num couscous cor de sol, para animar os dias cinzentos.
Couscous dos Reis, assim quis que se chamasse pelo toque exótico dos frutos secos, pela cor vibrante dada pela curcuma ( mais conhecida pelo açafrão-das-índias) e pelo dia que os imaginei como aproveitamento dos poucos que restavam.
No próximo dia de Reis servirá de certeza como acompanhamento de uma refeição sumptuosa, este ano serviu apenas como refeição principal, de um almoço banal no escritório.
Um couscous colorido e rico em sabor que animou um dia triste e cinzento de janeiro.




Ingredientes:
(1 pessoa)

1/2 cháv. de chá de couscous
1/2 cháv de água quente
1 c.chá de curcuma
1 chalota ou cebola pequena (eu gosto muito de usar chalotas agora facilmente disponíveis em qualquer supermercado)
50g de bacon
1/2 cháv. de chá de mistura frutos secos ( arandos, amêndoas, sultanas douradas)
azeite q.b
sal q.b.

Preparação:
Numa taça fazer os couscous:
Deitar os couscous na taça, temperar com a curcuma, o sal e deitar a água a ferver. Tapar ( pode ser com película aderente) e deixar que os couscous absorvam a água por completo (uns 5 minutos)
Entretanto, numa frigideira larga ou wok (eu uso muito o wok para fazer estes preparados) deitar um fio de azeite, a chalota picada e deixar refogar. De seguida, deitar o bacon e mexer deixando o bacon saltear uns minutos junto com a chalota.
Por fim, juntar os frutos secos e envolver, ainda com o lume aceso para que se envolvam no preparado da chalota com o bacon. Apagar o lume e reservar.
Destapar os couscous e com um garfo soltar os grãos de forma a que fiquem bem soltos. Juntar na wok ao preparado e envolver bem com uma colher de pau.
Está pronto a servir.





Bom Apetite!

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Empanadilha XL de Atum


Um novo ano começa e com ele novas ideias e experiências na bagagem, mas uma regra se mantém de pedra e cal na minha vida: Não desperdiçar. E, não desperdiçar é poupar!
Ao abrir o frigorífico deparei-me com um rolo de massa quebrada fresca a terminar o prazo, mas não me estava a apetecer nenhuma quiche. O que fazer? Durante a semana tem que ser algo rápido, pois o tempo e a disponibilidade é mínima. Pensei de imediato nuns rolinhos de  salsicha ( porque não? são bons para levar para o almoço do dia seguinte com sopa) e, foi ao ir à despensa que ao ver uma lata de atum com tomate, se fez luz: 
"Ok, Vou fazer uma empanadilha grande". Assim nasceu a Empalhadilha XL de Atum.
Ai como eu adoro empanadilhas de atum, mas nunca tinha feito. Algo que ando há séculos para experimentar. E, sem pensar muito, saiu esta, feita à minha maneira.
Um preparado simples de chalota, alho, pimento e atum que ficou excelente. Comida quente ou fria, como refeição ou entrada, o salgado ideal para quando não há nada para o jantar. Em meia hora está pronta a comer, a acompanhar uma sopa quentinha, nestes dias frios de inverno, como a que aqui está, ou uma boa salada quando o Verão reinar. 
Deixo a minha primeira sugestão de 2018, simples e rápida dedicada a quem quer perder pouco tempo na cozinha. 

Ingredientes:
(2 pessoas)
1 Placa de massa quebrada fresca
1 lata de atum ( usei atum com tomate da Alva)
1 cebola
1 dente de alho
1 mini-pimento colorido
5 tomates cereja
azeite q.b
vinagre q.b.
sal, pimenta, noz-moscada
oregãos secos

Preparação:
Pré-aquecer o forno a 200º.
Numa frigideira larga, deitar o azeite, a cebola picada e o alho ralado e levar ao lume até amolecer. Entretanto, juntar o pimento picadinho em cubos pequenos ou em juliana e o os tomates cereja cortados e sem as sementes.
Mexer uns minutos. Quando a cebola estiver amolecida, juntar o atum com tomate (se não tiver, juntar atum simples e deitar uma colher de sopa de polpa de tomate. Temperar de sal, pimenta e noz-moscada, deitar um "esguicho" de vinagre e mexer, deixando apurar o preparado.
Não retirar a massa do papel vegetal, Cortar o disco de massa quebrada ao meio. Deitar o preparado e tapar com a metade restante.
Levar num tabuleiro de ir ao forno, fazendo uns furos na massa para o vapor sair.
Forno cerca de 20 minutos até ficar corada.


Cortar a massa ao meio, e colocar o preparado numa das metades

Fechar a meia-lua e unir as pontas fechando com os dedos ou um garfo. Convém picar para o vapor sair.


Assim que saiu do forno.

No prato pronta a comer!


Bom Apetite!

Nota:Receita feita para o jantar de semana, por pouco não havia foto do produto final :)

domingo, 24 de dezembro de 2017

Feliz Natal 2017!


Natal é tempo de renascer, de ter esperança num amanhã melhor!
Votos de um Santo e Feliz Natal a todos os amigos, seguidores e leitores do Bago de Romã.

Arte: João Amaral (c)

sábado, 23 de dezembro de 2017

Bolo de Bolacha Delicioso


Recentemente a minha sogra fez um bolo de bolacha delicioso, eu que nem sou muito amante de bolo de bolacha adorei, e não descansei enquanto não o fizesse. Aliás, este mês foi a minha sobremesa eleita para levar aos almoços com amigos. Leve, doce q.b. e acima de tudo fresca, sim não estamos no Verão, mas acreditem que sabe muito bem apesar de estarmos em pleno mês de Dezembro. 
E, para o dia de Natal, porque não variar. Deixo a minha sugestão:

Ingredientes:
3 pacotes de bolacha maria
2 pacotes de natas frescas para bater
1 lata de leite condensado cozido
3 folhas de gelatina neutra
café forte ( q.b.)
100g amêndoa laminada torrada

Preparação:
1. Antes de começar a preparar a montar o bolo, colocar todos os ingredientes necessários à mão:
Uma taça com o café forte, um recipiente com as bolachas, uma taça para bater as natas e o leite condensado cozido.
2. Hidratar as folhas de gelatina num pouco de água. Escorrê-las e levar ao microondas com um pouco de água para as dissolver de forma a incorporar no creme.
3. Bater as natas até obter um creme.
4. À parte bater o leite condensado com um pouco das natas de forma a homogeneizar o creme antes de o incorporar nas natas. Adicionar às natas entretanto batidas e a gelatina dissolvida e bater mais uns minutos até o leite condensado ficar totalmente envolvido.Reservar
5. Colocar o aro de uma forma redonda no prato onde irá servir o bolo e começar a montar da seguinte forma:
Passar as bolachas pelo café e ir colocando no prato à volta até ficar completo. Colocar uma camada de creme, alisar e repetir o processo até terminar. ( cerca de 6 camadas). Terminar com o creme e polvilhar a gosto. Eu gosto de terminar com amêndoa laminada torrada.
6. Levar ao frio umas 3 horas antes de servir, mas de preferência fazer de véspera, pois fica bem melhor de um dia para o outro.


Torrar a amêndoa numa frigideira anti-aderente



Bom Apetite!